Qualidade da Democracia e Teorias da Democracia

Qualidade da Democracia e Teorias da Democracia
26 Novembro, Auditório do Museu dos Lanifícios FAL-UBI
com Yan Shapiro (Yale University) e Conceição Pequito (ISCSP / U.Lisboa)

Depois de, nos anos 70 e 80, a investigação da ciência política no âmbito da democracia ter tido por foco a questão da “transição” democrática, e, nos anos 90, a da sua “consolidação”, as duas primeiras décadas deste século viram multiplicar-se os estudos sobre a sua qualidade. Apesar de esta categoria sugerir que a democracia é algo de único, óbvio e bem conhecido, e que só há um modelo de democracia, as grelhas de critérios e os parâmetros propostos para a avaliação das suas qualidades são múltiplos e controversos, e da sua aplicação aos regimes democráticos existentes resultam rankings assaz heterogéneos. Este estado de coisas leva a pensar que as grelhas de avaliação da qualidade da democracia priorizam diferentes valores e assentam em diferentes concepções de democracia.
A presente conferência visa fazer o ponto sobre o estado da arte na investigação relativa à “qualidade da democracia”, as suas metodologias, quadros de referências, objectivos e resultados, e levar a cabo uma reflexão crítica, na perspectiva de diferentes teorias da democracia, sobre os pressupostos teóricos, normativos e ideológicos das avaliações qualitativas da democracia.

Abrir para mais informação
Apoio:
Fundação para a Ciência e a TecnologiaUnião EuropeiaQuadro de Referência Estratégico NacionalPrograma Operacional Factores de CompetitividadeUniversidade da Beira Interior
2020  ©  Communication & Arts