Media, receção e memória: público feminino no Estado Novo

O projeto "Media, receção e memória: público feminino no Estado Novo" visa lançar a pesquisa sobre a história da receção dos mediaem Portugal – um campo bastante estudado – através de um conjunto de estudos de caso sobre a receção de meios de comunicação (imprensa, rádio e televisão) por mulheres entre as décadas de 30 a 60, num contexto de subordinação cultural feminina.

O projeto alia métodos da história oral a uma abordagem teórica sobre receção dos media, como forma de pesquisar apropriações sociais dos mediapor parte de determinados públicos femininos no passado em Lisboa e na cidade industrial da Covilhã.

Em Portugal, o regime do Estado Novo (1930-74) coincidiu com alterações consideráveis ao nível dos meios como os indivíduos conseguiam experienciar o mundo – à medida que a rádio e a televisão foram introduzidas. Mas o mesmo período foi uma época de supervisão ideológica daquelas fontes de experiência, que também trouxe limitações e desigualdades de acesso aos meios de comunicação num contexto de relativo isolamento político e cultural.

Coordenador do projeto: José Ricardo Carvalheiro

Equipa de investigação: João Carlos Correia, Maria João Silveirinha, Catarina Valdigem

Data de início: 02/05/2012

Duração: 24 meses

Financiamento: FCT




← Voltar
Apoio:
Fundação para a Ciência e a TecnologiaUnião EuropeiaQuadro de Referência Estratégico NacionalPrograma Operacional Factores de CompetitividadeUniversidade da Beira Interior
2021  ©  Communication & Arts