Capa: João Carlos Correia & Inês Amaral (Orgs.) (2021) De Que falamos Quando Dizemos “Jornalismo”? Temas Emergentes de Pesquisa. Communication  +  Philosophy  +  Humanities. .
De Que falamos Quando Dizemos “Jornalismo”? Temas Emergentes de Pesquisa

by João Carlos Correia & Inês Amaral (Orgs.)

Coleção: Livros LabCom
Ano da edição: 2021
ISBN: 978-989-654-781-3
Preço da edição impressa: € 15   Encomendar


Download PDF - 3720 KB


Sinopse

Este livro foi feito sob o signo da diversidade e da contingência, até no que respeita ao circunstancialismo que rodeou a sua preparação e organização: o omnipresente, triste e famoso “contexto pandémico” alterou rotinas  obrigando a mudar prazos, a rever soluções editoriais e, talvez também por isso, gerando, curiosamente, um confronto oportuno e até nervoso com a atualidade próxima. Tal explica e justifica o subtítulo: temas emergentes de pesquisa.

O mapeamento das circunstâncias que condicionam a actividade jornalística não pode fazer-se de modo fechado com o recurso um livro de receitas definitivas.

Os textos selecionados lidam com fenómenos urgentes e contemporâneos, logo objetos de uma pesquisa que se revela emergente e urgente: se a pandemia não é expressamente referida, talvez pelo natural cansaço que o tema produz, estão lá as novas peripécias da desinformação, o assédio da extrema-direita populista ao jornalismo de investigação, o modo como este se tornou um fenómeno de resistência à uniformização das práticas jornalísticas, os sobressaltos sobre a identidade profissional, as interrogações urgentes sobre modelos de negócio que assegurem a sustentabilidade dos projetos jornalísticos, o mapeamento das inovações tecnológicas produzidas pela chegada das máquinas inteligentes ao jornalismo, a problematização crítica sobre a repercussão da identidade de género, os dilemas ético-deontológicos que confrontam os profissionais, a mudança dos perfis de públicos e audiências, as controvérsias sobre a regulação num contexto de transposição de novas diretivas e enquadramentos jurídicos que, na ausência de consenso, se refugiam em proclamações genéricas que dificilmente respondem às inquietações que os setores afetados pela mudança sentem como suas.


Índice

Apresentação: sobre a entropia e complexidade actuais do campo jornalístico - 9

A resistência do jornalismo de investigação - 25
Pedro Coelho & Marisa Torres da Silva

A deriva da desinformação: uma ameaça à identidade jornalística - 53
João Carlos Correia & Inês Amaral

Desafios ético-deontológicos do jornalismo na era digital - 79
João Miranda

Jornalismo em tempos de flexibilização do trabalho - 105
José Ricardo Carvalheiro

Do trauma pessoal ao silenciamento público: Implicações do assédio a mulheres jornalistas nos comentários online - 129
Rita Basílio de Simões

Comunicação, representação e identidade - 149
Maria João Silveirinha

Inteligência artificial e jornalismo: temas emergentes (2015-2020) - 175
Paulo Nuno Vicente & Ana Marta Moreira Flores

Os podcasts: um lugar novo para o regresso das histórias ao jornalismo - 195
Sílvio Santos

Audiências e jornalismo, uma relação difícil? - 215
Marisa Torres da Silva & Maria José Brites

Sustentabilidade do negócio dos jornais e desafios de gestão: a perspetiva dos executivos europeus e norte americanos - 237
Paulo Faustino

Os desafios da regulação, a transposição da Diretiva Serviços de Comunicação Social Audiovisual e as plataformas de partilha de vídeos - 273
Mariana Lameiras

Sobre os Autores - 295

Apoio:
Fundação para a Ciência e a TecnologiaUnião EuropeiaQuadro de Referência Estratégico NacionalPrograma Operacional Factores de CompetitividadeUniversidade da Beira Interior
2021  ©  Communication & Arts