You are here:   Home  →  Investigação  →  Projetos  →  Laboratorio e Incubadora de Media Regional

Laboratorio e Incubadora de Media Regional

Remedia.Lab 

Laboratório e Incubadora de Media Regional


Orçamento: 209.472,02

Nº do Projeto: 031277

Código da Operação: CENTRO-01-0145-FEDER-031277

Parecer da entidade avaliadoras: A candidatura reúne os requisitos previstos no aviso de abertura para ser selecionada para hierarquização, tendo obtido uma pontuação de Mérito de Projeto de 4,71 em 5.


Domínio Científico Principal: Ciências Sociais

Área Científica Principal: Media e Comunicação

Sub-área da Área Científica Principal: Jornalismo

Área Científica Secundária: Media e Comunicação

Sub-área da Área Científica Secundária: Media e Comunicação Sociocultural


Investigador Responsável (IR) do projeto: 

João Carlos Ferreira Correia 

Professor Associado com Agregação e Pesquisador


Co-Investigador Responsável (co-IR) do projeto: 

Anabela Maria Gradim Alves 

Professora Auxiliar com Agregação e Investigadora


Equipa de Investigação: 

Anabela Maria Gradim Alves

Arminda Maria Finisterra do Paço

Bruno Miguel Silva

Catarina Sofia Lourenço Rodrigues

Giovanni Ricardo Ramos

João Carlos Correia Leitão

João Carlos Ferreira Correia

João Santos

José Ricardo Pinto Carvalheiro

Manuela Penafria

Mateus Silva Noronha

Nuno Alexandre de Oliveira Marques Francisco

Nuno André Amaral Jerónimo

Pedro Jerónimo

Rafael Alexandre Ferreira Mangana Monteiro Silva

Ricardo José Pinheiro Morais

 

Breve descrição do projeto:

O Remedia.Lab visa contribuir para o diagnóstico da situação atual dos media regionais, promovendo ferramentas experimentais e estratégias para fortalecer seu modelo de negócios, aumentar o grau de inovação e melhorar a sua relação com o público. Simultaneamente, visa a incubação de novas medias regionais com perfil inovador, utilizando as tecnologias de informação e comunicação. O Remedia.Lab terá três dimensões:

– Como observatório, diagnostica a situação atual da indústria dos media regionais em dimensões como as condições de trabalho e a caracterização socioprofissional dos seus profissionais;

– Como laboratório, promoverá experiências em cooperação com a indústria e associações, a fim de melhorar novas práticas e estratégias;

– Como incubadora, dará suporte a projetos de empreendedorismo.


Sumário:

A Imprensa Regional Portuguesa constituiu durante muito tempo um importante instrumento de valorização e desenvolvimento das regiões de baixa densidade, particularmente na área Centro de Portugal. (ERC, 2010; Correia, Carvalheiro, Morais e Sousa, 2011; Correia, Canavilhas, Carvalheiro, Ferreira, Morais e Sousa, 2014). Entre os elementos positivos que podem ser invocados para a sua importância, encontram-se alguns no diagnóstico seguinte: “Cultiva a proximidade, é útil para quem a lê, estimula ou, pelo menos, conserva, laços identitários, culturais e históricos da maior importância" (Azeredo Lopes in ERC, 2010). Esta relação com a proximidade pode ser encarada de formas diversas:

 a) Como um elemento caracterizado por algum anacronismo que exagera numa visão ideal da comunidade. Neste sentido, há elementos que resultam deste retrato como sejam:

  1. A excessiva dependência das fontes informativas mais próximas;

  2. A falta de distanciamento crítico em relação ao ambiente económico e político envolvente;

  3. A falta de atenção em relação a novos elementos de caracterização social das regiões;

  4. A excessiva dependência de um retrato histórico e, por vezes, excessivamente tradicionalista da região;

  5. A ignorância sobre as exigências dos novos públicos emergentes;

  6. A indiferença perante as transformações culturais, económicas e tecnológicas;

  7. Ocasionalmente, a escassa profissionalização dos quadros.


O resultado, em suma, pode traduzir-se num contexto em que, frequentemente, os media regionais apresentam um produto orientado para públicos identificados com contextos tradicionais. 

  b) Todavia, estes traços que perduram na imprensa regional também têm vantagens que decorrem da mesma proximidade que decorre da escala geográfica:

    1. Bases de dados de assinantes fiéis que podem ser utilizadas, de modo diverso, para novos modelos de relação com os públicos;

    2. Forte identificação pessoal e afectiva com a história das regiões e lugares e experiência de desenvolver modelos de negócio baseados na proximidade;

    3. Forte proximidade com as comunidades emigrantes.


Objetivos:

Os principais objetivos do Remedia.Lab são:

 1. Contribuir para o diagnóstico da situação atual dos meios de comunicação regionais;

 2. Promover ferramentas experimentais e estratégias inovadoras para fortalecer o modelo de negócios dos meios de comunicação social local e regional, melhorando sua sustentabilidade;

 3. Aumentar o seu grau de inovação e melhorar a sua ligação com novos públicos, considerando as mudanças sociais e culturais da Região Centro Portuguesa;

 4. Incrementar a inovação nos meios de comunicação locais e regionais, utilizando as tecnologias de informação e comunicação;

 5. Incubar novos projetos para os meios regionais e locais com um perfil inovador, utilizando as tecnologias de informação e comunicação.


Resultados:

Entre os resultados do projeto, destacam-se os seguintes:

– Um inquérito dirigido para a caracterização das condições de trabalho dos profissionais que desenvolvem as suas atividades nos meios de comunicação locais e regionais do Centro de Portugal;

– Grupos focais com jornalistas divididos pelas diversas unidades administrativas;

– A análise das informações disponíveis no portal da imprensa regional, sobre a Região Centro;

– Desenvolver novas estratégias e dispositivos, incluindo:

   a) Estratégias de reportagem multimédia;

   b) Chats, fora digitais e outras estratégias para garantir a interatividade com os públicos;

   c) Conteúdos digitais específicos para novos públicos bem definidos interessados em novos temas e agendas;

   d) Modelos de negócios online e estratégias de autopromoção para atrair novos públicos;

– Implementação de cursos experimental e práticos voltado para estudantes de comunicação e jornalistas;

– Promoção do Encontro Nacional dos Jornalistas Regionais.


← Voltar


Apoio:
Fundação para a Ciência e a TecnologiaUnião EuropeiaQuadro de Referência Estratégico NacionalPrograma Operacional Factores de CompetitividadeUniversidade da Beira Interior
2020  ©  Communication & Arts