Workshop sobre o programa EndNote

A criação de referências bibliográficas é a salvaguarda da integridade de qualquer trabalho académico. Como forma de facilitar a sua construção, a Faculdade de Artes e Letras promoveu, no dia 16 de outubro, um workshop de introdução ao software de gestão e criação de referências bibliográficas, EndNote.

Orientado por Nuno Garcia, professor da UBI, o workshop deu a conhecer um tipo de programa que ainda não possui grande visibilidade entre os académicos, tendo em conta que a maioria dos alunos e professores não dominam este software.

O workshop foi constituído por três etapas principais: a instalação, a introdução aos conceitos e o manuseio. Esta última ocupou grande parte do evento, que tinha como objetivo facilitar o trabalho de quem lida constantemente com a produção de artigos científicos.

O EndNote, que atua em conjunto com processadores de texto, pode “ser de grande utilidade para os estudantes que se encontram em laboradas situações de doutoramento e têm que escrever dezenas de artigos científicos ao longo da sua vida académica porque lhes poupam o trabalho de estarem permanentemente a reconstruir as bibliografias” referiu Anabela Gradim.

No entanto, o software ainda é preterido em favor da produção manual. Para Nuno Garcia, isso deve-se “sobretudo ao facto de ele não ser conhecido, se bem que o facto de ser pago também é um argumento importante. Também pode ser por muitos alunos não estarem ainda habituados a produzir trabalhos para os quais seja preciso fazer este tipo de citações”, justificou.

O orientador do workshop explicou que o EndNote é apenas um dos muitos programas que fazem este tipo de trabalho. Existem ferramentais mais acessíveis, gratuitas, ao contrário ao EndNote, mas também programas mais versáteis e complexos. Todos têm um objetivo comum que é ajudar no desenvolvimento de bibliografias.

Nuno Garcia apelou ainda à intervenção dos núcleos na organização de eventos como este, a fim de complementar a atividade académica dos alunos “com competências que são paralelas ao seu próprio percurso”.

Urbi et Orbi

Support:
Fundação para a Ciência e a Tecnologia
União Europeia
Quadro de Referência Estratégico Nacional
Programa Operacional Factores de Competitividade
Universidade da Beira Interior
2020  ©  Communication & Arts